Zoofilia

[Votar]
[Atualizar]
[Contos]
[3] MINHA ESPOSA E BRUTUS AUUUUUUU !!!!!!!!
Meu nome é Rogério e sou casado com Rosa, somos pessoas normais, temos alguns amigos e moramos numa chácara perto de Goiânia, não temos filhos, pois temos 3anos de casados, e Rosa acha que é cedo, pois ela tem 22 anos e eu 28. Temos uma atividade sexual normal, mas de uns meses para cá ficou muito excitante, vamos aos fatos: Um belo dia um amigo meu que é criador de cachorro me ligou pedindo se podia trazer um casal de cachorros dele para passar uns 15 dias em nossa chacara, já que eles estavam em tempo de cruza e não dispunha de lugar seguro, pois nesta época os machos ficam muito perigosos, falei que podia vir e que conversariamos melhor, fiquei um pouco receoso, não por mim, mas pelos meus outros cães, quando Marcio chegou em sua camionete estava um Mastin Napolitano que mais parecia um bezerro de tão grande, grosso como um compressor, o cachorro pesava incríveis 90kg, erá preto, muito bonito, apesar da baba constante que saia de sua boca, conversamos e ele me explicou que traria uma "jaula",que tinha em casa para estes casos, mas não tinha aonde por os outros cães dele, aí concordei pois não precissaria retirar meus cães de meu canil, que na verdade já estava apertado, acomodamos Brutus,esse era o nome no Mastin, em uma baia, ele era dócil com todos e com os outros cães também, mas meu amigo avisou que a noite ele era realmente guarda, que após solta-lo deveríamos ter cuidado ao ir no quintal, deveríamos chama-lo com antecedência e nos certificarmos que ele nos reconhecera. Após dois dias Márcio retorna com a jaula e dentro dela a Princesa, a fêmea de Brutus,Aí eu vi um animal se transformar, foi ele sentir o cheiro da femea no cio ele ficou terrívelmente territorial, agressivo em excesso com todos os outros cães, tivemos que prende-lo imediatamente na baia,e dpois de tudo arrumado soltamos ele na jaula da Princesa, que briga terrível, ela mordia ele, e ele não se importava, continuava tentando montar na Princesa, meu amigo me avisou que isso ia continuar mais um dia e depois ela aceitaria a monta e foi embora.Assim que ele saiu Rosa veio me encontrar e falou que estava louca para ver a trepada, disse que estava super excitada, e não tirava o olho do cacete de Brutus, que apontava uma cabeça fina, mas prometia ser enorme, ficou mais agitada quando falei que ele era um reprodutor experiente, mas Princesa era virgem, que seria a primeira trepada dela. Rosa ficou no cio, falou que daria tudo para ser a princesa, que queria experimentar aquele cacetão nela,eu sai de pau duro e fui para o banho, pensei comigo, tenho que dar uma caprichada na Rosa para acalmar esse tesão todo. Quando ficou de noite e todos foram dormir, fomos ver o casal em lua de mel, e eles continuavam na mesma, ela sentada, ele tentando e ela avançando nele, foi aí que tive a idéia brilhante de pegar uma pequena toalha de mão e entrar na jaula e limpar profundamente a xoxota da Princesa, sem que Rosa visse nada guardei a pequena toalha em local seguro e fomos dormir, tentei satisfazer Rosa, mas na hora que estava metendo tudo ela me pediu se eu não me importava se ela me chamasse de Brutus, quase brojei mas depois gozei com muita força na minha "cadela".De manha mal tomou café e rosa correu para ver Brutus, algo estava mudando, Princesa quando nos viu levantou-se para nos receber e brutus levantou e foi logo montando na Princesa que pela primeira vez não sentou, mas gemeu com o peso do macho, que mais que depressa deu uma juntada forte, fazendo colar seu pinto com o trasseiro da fêmea,Rosa deu um suspiro alto, perguntou se tinha entrado, eu falei que não , mas ía entrar rapidinho, ela se possicionou em um local previlegiado e viu a cabeça entrar na primeira estocada certeiro do reprodutor experiente, Rosa se contorceu de tesão,mordeu os lábios e cruzou as pernas, mesmo estando em pé, nisso Princesa da um latido misturado com gemido muito grosso, no que um peão que prestava serviço para nós sem saber que estavamos assistindo, grita, "aí foi mais um cabaço, mete a vara Brutus, dá o que essa putinha tanto quer" e caiu na risada, Rosa despertou do transe, mas continuou de olhos grudados, viu o cacetão de Brutus entrar todo, inclusive a bola, e eles se torcerem e ficarem engatados, após isso fomos para casa, com Rosa transtornada com a violência de Brutus, que deu apenas uma lambidinha e meteu todo o cacete na virgenzinha, mas muito excitada, fomos para a cama e comecei a acaricia-la e cai de boca em sua chana, que estava ensopada como nunca, Rosa Gritou na primeira linguada e pediu "calma Brutus" ela viajou legal, apaixonou no cachorrão de verdade, passou a sonhar , fantasiar e queria por tudo dar para o cachorro. Passado 10 dias de muitas trepadas dos cachorros meu amigo veio busca-los e perguntou se tinhamos gostado do Brutus, Rosa na hora falou que era o cachorro mais lindo que tinha visto, mas para desfarçar, disse que só não tinha gostado de como ele ficou bravo depois que a femea chegou, rimos e Marcio falou que se quissessem os ficar com Brutus, para guarda poderíamos, mas que os cruzamentos seriam só dele, Rosa mais que depressa falou para mim que com um cachorro daqueles ninguem mais tentaria roubar nosso sítio, no que concordei sabendo das reais intenções de Rosa, assim a Princesa foi embora deixando Brutus na Jaula, meio fraco de tanto trepar, Rosa preparou uma refeição reforçada, além da ração muita carne e pedaços enormes de ossos para ele brincar. No dia seguinte era sábado e dei folga pa o peão e sua mulher que iriam a uma cidade visitar seus parentes e retornariam no domingo à noite, assim que sairam Rosa entrou na jaula e começou a brincar com Brutus, e volta e meia dava uma passada no cacete do animal que reagia curvando as costas como se fosse meter numa fêmea, nesses momentos seu pau começava a sair da capa e dava para ver o tamanho do bitelo, era muito grande, Rosa ficou louca, me gritou e pediu, " Bem deixa eu trepar com ele ?", eu na hora falei, Você sabe que se você aguentar a monta dele e ele te acertar no local certo você vai ficar engatada nele, e le vai inchar dentro de voce e soltar a porra todinha dentro de você ? sei benzinho mas eu estou louca de vontade, e foi tirando a roupa, Brutus brincava e babava muito no corpinho miudo, branquinho, e todo arrepiado de minha mulher,ela ficou de quatro e o cachorro não entendeu nada, deu umas cheiradas nela toda e deu até uma lambida forte em sua buceta, o que causou um suspiro profundo, quase gozo de minha esposa, mas a monta nada, ela falou bem esse cara não sabe o que tem que fazer ? eu sou sua princesa o cachorro, e Brutus começa a pular brincando com ela . o que a deixa frustrada, aí eu intervenho e falo, bem eu sei de um jeito que ele vai te comer como a Princesa, mas depois de começar não tenho como fazer parar, você quer mesmo ? Anda logo seu viado estou quase gozando de tesão, Fui no na casa peguei a pequena toalha e pedi para ela ficar de quatro e encostar o trasseiro na grade, assim ela ficou com a buceta voltada para mim que fui passando a toalha que se umidificara novamente com o contato do liquido abundante que saia da buceta de minha esposa, enquanto passava contava para ela o que tinha na toalha, o que ela se virou e veio me agradecer de quatro, não teve tempo nem de dar um selinho, o Brutus fez a monta com extrema facilidade pelo tamanho reduzido de Rosa, que na verdade o primeiro momento com a puxada de Brutus ficou com as pernas no ar e deu um grito BEM O QUE É ISSO ? eu falei apavorado para ela, calma, ponha os pés no chão para apoiar e prepare-se que ele já está começando a te fuder, ela espertamente mexeu o quadril de forma que o cão não acertava a xoxota, e foi se acalmando do susto, "aí agora estou mais calma, que bicho violento, quase me arregaça e eu não tive tempo nem de pensar " mas Brutus não parava, quanto mais ela se torcia mais ele apertava e aproximava de sua xoxota, eu falei para ela, " uai bem você não queria , agora relaxa e goza , pois ninguem te tira daí antes dele te comer, você viu como ele fica bravo"no que lea respondeu " eu sei seu corno, mas estou tentando que ele canse um pouco para não ser tão violento " de nada adiantou, o cão foi apertando tanto que ela mal conseguia respirar, e se entregou, lentamente foi se distorcendo e a cabeça acertou um cantinho da buceta, na próxima estocada ele foi tão violento que distorceu ela por inteiro e entrou a metade do cacete, foi uma cena que me fez gozar sem ter tocado no cacete, ela gemeu e arreganhou as pernas, ela foi violentamente comida, nas estocadas seguintes ele foi colocando cada vez mais, ficou assim fudendo rápido por uns quinze minutos, até que com muita dificuldade a bola passou, Rosa chorava na vara de Brutus, era um misto de gozo e dor, mas ela virava a cabeça e as vezes que conseguia beijava o cão dizendo que era o tarado mais gostoso que ela tinha visto, após a bola entrar e inchar absurdamente dentro de minha esposa eles se torceram e ficaram engatados, mas como Rosa era muito menor que Brutus ela ficou literalmente dependurada, com uma dor horrível, corri peguei um tamburete de plástico e levei para ela, Brutus já estava calminho, e por incrivel que possa parecer, com uma cara de safado, de lerdo, como a me chamar de corno manso, Rosa se agarrou ao tamborete e deu um suspiro alto, "nossa achei que minha buceta fosse rasgar para a bola sair. Depois de acalmarmos Rosa começou a me contar que estava sentindo o cacete de Brutus latejar, na verdade inchar, e começou a derramar fartas quantidades de porra dentro de sua buceta, ela estava tendo orgasmos multíplos, deixei-os " a sós " e fiquei da varanda só olhando minha esposa engatada e gozando na vara daquele "jumentão", nisso vejo chegar Antonio o peão diarista, de short com um volume enorme no meio das pernas, a denunciar a ferramenta soberba que possui, e me fala " o seu Rogério eu sou opróximo da fila tá bom " e como falar não . Beijos
Goiano (05/24 02:43)
Visualizado 81
[Nota 93]

Classifique
Sua Pontuacao eh muito importante para nos.

Sexo:
Feminino
Masculino

Convide seus amigos
CONTATO
By Delicia.jp
8183544
Total de visitas